Concurso TJ AL: o último certame foi realizado em 2017 ofertando 131 vagas. Remuneração de até R$ 5 mil

Excelente notícia para os concurseiros/as de Alagoas! O  Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (concurso TJ AL) divulgou a comissão que ficará responsável pela organização do Concurso TJ AL para o cargo do Quadro de Pessoal permanente do 1º grau do Poder Judiciário. Atualmente. Lembramos que o concurso TJ AL 2017 está vigente até 2022. Atualmente, existem 164 cargos vagos.

Do total de vagas, 100 serão para técnico judiciário, 15 para analista judiciário – oficial de justiça avaliador, 15 para analista judiciário – área judiciária e uma para analista judiciário – área de estatística.

O último concurso para servidores do Tribunal ofertou 131 vagas. Desse total, 100 serão para o cargo de técnico judiciário, que exige nível médio, 15 para analista judiciário – oficial de justiça, 15 para analista judiciário – área judiciária e 1 para analista judiciário – área de estatística, todos de nível superior. Foi formado ainda cadastro de reserva.

Concurso TJ AL: Remuneração e benefícios

Segundo o Portal de Transparência do TJ AL, mais atual, os vencimentos iniciais para os cargos de Técnico e Analista variam entre R$ 2 mil e R$ 5 mil.

Analista Judiciário:
Inicial: R$ 5.449,39
Final: R$ 21.665,99

Técnico Judiciário:
Inicial: R$ 2.724,70
Final: R$ 10.590,37

Concurso TJ AL: Cargos e vagas

No último concurso, realizado em 2017, foram ofertados os seguintes cargos:

Nível superior

  •  Analista Judiciário – área Judiciária – ser Bacharel no curso de Direito;

  •  Analista Judiciário – área oficial de justiça avaliador: ser Bacharel no curso de Direito;

  • Analista Judiciário – área de apoio especializado: ser graduado em formação específica exigida para a investidura e conseguinte exercício do cargo, sendo exigido, quando for o caso, registro profissional, na forma estabelecida em Resolução do Tribunal de Justiça de Alagoas e no Edital.

Nível médio

  • Técnico Judiciário: ser graduado em nível médio.

Áreas: Administrativa

Cargos vagos

Segundo o levantamento mais recente disponível no Portal da Transparência do Tribunal de Justiça de Alagoas, existem atualmente 164 cargos vagos no órgão, sendo eles:

  • Analista Judiciário: 73 cargos vagos

  • Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador: 46 cargos vagos

  • Técnico Judiciário: 45 cargos vagos

Concurso TJ AL: Carreira

Requisitos

Nível superior

  •  Analista Judiciário : ser Bacharel no curso de Direito;

  •  Analista Judiciário: ser Bacharel no curso de Direito;

  • Analista Judiciário: ser graduado em formação específica exigida para a investidura e conseguinte exercício do cargo, sendo exigido, quando for o caso, registro profissional, na forma estabelecida em Resolução do Tribunal de Justiça de Alagoas e no Edital.

Nível médio

  • Técnico Judiciário: ser graduado em nível médio.

Atribuições

Analista Judiciário – Área Judiciária

  • Atividades de natureza técnica, realizadas privativamente por bacharéis em Direito, relacionadas ao processamento de feitos;

  • Apoio a julgamentos;

  • Análise e pesquisa de legislação, de doutrina e de jurisprudência nos vários ramos do Direito;

  • Estudo e pesquisa do sistema judiciário brasileiro e internacional;

  • Organização e funcionamento dos ofícios judiciais;

  • Aplicação e execução dos métodos consensuais de solução de conflitos estabelecidos pelo poder judiciário, bem como a elaboração de laudos, de atos, de pareceres e de informações jurídicas.

Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador

  • Atividades de natureza técnica, realizadas privativamente por bacharéis em Direito, relativas às atividades externas de cumprimento de mandados judiciais, na forma estabelecida pela legislação processual civil, penal e demais leis especiais, inclusive aquelas referentes aos procedimentos avaliatórios;

  • Aplicação e execução dos métodos consensuais de solução de conflitos estabelecidos pelo poder judiciário.

Técnico Judiciário – Área Judiciária

  • Atividades supervisionadas concernentes ao apoio às unidades no tocante ao cumprimento e formalização dos atos processuais e respectivas certificações, elaboração de minutas, documentos, relatórios, planos e projetos, atendimento ao público, prestação de informações, juntada de documentos, baixa e arquivamento de processos;

  • Auxílio na aplicação e execução dos métodos consensuais de solução de conflitos estabelecidos pelo poder judiciário;

  • Revisão, digitação, criação, manutenção e consultaria de bancos de dados;

  • Conferência, impressão, transmissão e arquivamento de trabalhos escritos, inclusive por meio de processos informatizados;

  • Digitalização de documentos com o correspondente armazenamento ou remessa por meio eletrônico.

Concurso TJ AL: Último concurso

O último concurso público do Tribunal de Justiça de Alagoas foi publicado em 2017 sob organização da banca Fundação Getúlio Vargas, a FGV. Na ocasião, foram ofertadas 131 vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Nível médio:

  • Judiciária – 100 vagas

Nível superior:

  • Oficial de Justiça Avaliador – 15 vagas

  • Judiciária – 15 vagas

  • Apoio especializado – Estatística – 1 vaga

Concurso TJ AL: Etapas das provas

Os concursos para servidores serão compostos pelas seguintes etapas:

  • prova objetiva de conhecimentos teóricos, de natureza eliminatória e classificatória;

  • prova escrita de conhecimentos teóricos, de natureza eliminatória e classificatória;

  • prova de títulos, de natureza classificatória.

A seleção para o concurso foi realizada através de uma Prova Objetiva de múltipla escolha para ambos os cargos e de Prova Discursiva e Avaliação de Títulos somente para o cargo de Analista Judiciário. Os candidatos tiveram um total de 5 horas para fazer as provas.

Prova objetiva

A prova objetiva contou com 100 questões de múltipla escolha para o cargo de Técnico e 80 para Analista distribuídas da seguinte forma:

Analista Judiciário:

  • Língua Portuguesa – 20 questões

  • Legislação Específica – 10 questões

  • Conhecimentos Específicos – 50 questões

Técnico Judiciário

  • Língua Portuguesa – 30 questões

  • Conhecimentos Específicos – 70 questões:

  •  Legislação Específica do Estado de Alagoas

  •  Noções de Direito Administrativo

  •  Noções de Direito Civil

  •  Noções de Direito Processual Civil

  •  Noções de Direito Constitucional

  •  Noções de Direito Penal

  • – Noções de Direito Processual Penal

Foi considerado aprovado o candidato que cumulativamente:

  1. acertasse, no mínimo, 50% da prova;

  2. acertasse, no mínimo, 1 questão do módulo de conhecimentos básicos; e

  3. acertasse, no mínimo, 50% das questões do módulo de conhecimentos específicos.

Concurso TJ AL: Prova discursiva

A Prova Escrita Discursiva para o cargo de Analista Judiciário contou com 2 questões discursivas, valendo 10 pontos cada uma. As questões versaram sobre conteúdos pertinentes às disciplinas de Conhecimentos Específicos, conforme conteúdo programático, adequado às atribuições do cargo/ especialidade.

Concurso TJ AL: Avaliação de Títulos

Foram avaliados os títulos dos candidatos aprovados na prova discursiva até a 150ª posição para o cargo de Analista Judiciário – Oficial de Justiça; até a 150ª posição do cargo de Analista Judiciário – Área Judiciária; e até a 10ª posição do cargo de Analista Judiciário – Estatística, respeitados os empatados na última posição. Os demais candidatos foram considerados eliminados do concurso.

Essa Avaliação valeu, no máximo, 10 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados pudesse superar esse valor.

Alínea Título Valor de cada título Valor máximo dos títulos
A Pós-graduação Lato Sensu (mínimo de 360 horas) na área específica do cargo/especialidade pretendido. 1 1
B Pós-graduação Stricto Sensu – Mestrado na área específica do cargo/especialidade pretendido. 3 3
C Pós-graduação Stricto Sensu – Doutorado na área específica do cargo/especialidade pretendido. 6 6

Concurso TJ AL: Nomeações

Com oferta de 151 vagas para cargos de nível médio e superior, o certame teve seu resultado final publicado em novembro de 2018.

Com isso, o concurso fica válido até dezembro de 2020 por causa da pandemia de covid-19, sendo que o prazo pode ser prorrogado mais uma vez pelo mesmo período, caso seja necessário.

Concurso TJ AL: Nota de corte

Com o concurso vigente, muitas convocações ainda devem ser realizadas futuramente, mas conforme o resultado final do certame, é possível ter uma noção da nota de corte para o concurso por cargo. Abaixo você confere a relação dos candidatos classificados e aptos para tomar posse:

Analista Jud. – Apoio Especializado – Estatística
Classificação geral – Geral: 3

  • Notas do último classificado:

  • Prova objetiva: 40

  • Prova discursiva: 13,5

  • Avaliação de títulos: 0

  • Nota final: 53,3

Analista Jud. – Área Judiciária
Classificação Geral: 156

  • Notas do último classificado:

  • Prova objetiva: 40

  • Prova discursiva: 8

  • Avaliação de títulos: 1

  • Nota final: 49,0

Analista Jud. – Oficial de Justiça Avaliador
Classificação Geral: 115

  • Notas do último classificado:

  • Prova objetiva: 45

  • Prova discursiva: 9

  • Avaliação de títulos: 1

  • Nota final: 55,0

Técnico Judiciário – Judiciária
Classificação Geral: 521
Notas do último classificado:
Nota final: 50,0

FALE AGORA!
1
Posso ajudar?
Olá! Para falar com o SUPORTE agora via, WHATSAPP, clique em FALE AGORA ou se preferir envie e-mail para: ead@pontodosconcursos.net detalhando sua dificuldade!