Concurseiros, como o pedido de demissão voluntária ( PDV) pode acelerar concursos como o do Banese e o do Banco do Brasil, se , numa reflexão rápida, podemos pensar que não há lógica em se fazer concurso se estão diminuindo seus funcionários?

Esclareceremos aqui para vocês, concurseiros.
Começaremos pelo Banco do Brasil.

No último 20 de janeiro, questões como possível demissão do presencial do banco,André Guilherme Brandão,e a realização de novos concursos foram debatidas pelo conselho da instituição. Até agora 5533 funcionários aderiram o PDV.
“Tal programa propõe, de forma inteiramente voluntária, que funcionários com tempo de trabalho suficiente para se aposentarem o façam, objetivando abrir espaço que permita à instituição realizar concursos voltados para recrutamento de funcionários mais jovens, menos custosos e, principalmente, mais preparados para o mundo digital”, diz o conselho em ata .

O mesmo pensamento ocorre com o conselho do Banese. Estivemos reunidos , em dezembro, e ouvimos que haveria um PDV para mais de 270 pessoas e que com esse desligamento, através de um concurso público, fariam a reposição. A real necessidade é que o banco seja fortalecido de pessoas com conhecimento digital, jovens com vontade de ascensão através de incentivos que o próprio banco oferta aos que se destacam em suas funções.

Conclusão, estudem!!
Haverá concurso para esses dois bancos com editais ainda neste semestre e com convocações ainda este ano.

Assessoria de comunicação- Ponto dos Concursos .
www.pontodosconcursos.net

FALE AGORA!
1
Posso ajudar?
Olá! Para falar com o SUPORTE agora via, WHATSAPP, clique em FALE AGORA ou se preferir envie e-mail para: ead@pontodosconcursos.net detalhando sua dificuldade!